• Por que escolher a NG?

    Nossos clientes nos escolhem por três motivos:

    Compromisso

    Entendemos exatamente o que nossos clientes precisam, por isso oferecemos soluções na medida da necessidade de cada trabalho, independente do segmento que atuam

    Prazo

    Cumprimos rigorosamente os prazos combinados, pois sabemos da importância de nossos trabalhos para os diversos projetos dos clientes

    Preço

    Oferecemos a melhor relação entre preço, qualidade e atendimento, o que nos garantiu crescimento contínuo ao longo destes mais de 10 anos de existência.

  • Quais são os serviços oferecidos pela NG?
    Gráfica Digital, Gráfica Rápida ou Gráfica Expressa

    Adesivos, Apostilas, Blocos, Calendários, Cardápios, Cartões, Cartões de Visita, Cartazes, Cartões Postais, Catálogos, Certificados, Crachás, Dados Variáveis, Encartes, Envelopes, Etiquetas, Filipetas, Flyers, Folders, Folhetos, Formulários, Guias de Bolso, Impressão Color, Impressão PB, Mala Direta, Manuais, Marcador de Livros, Papel Timbrado, Pastas, Receituários, Tags, Talões de Pedidos

    Plotagem

    Plotagem de projetos, plantas, desenhos, preto e branco, coloridas, ampliação, papel sulfite, vegetal, cópia de plantas, digitalização (scanner), posteres com qualidade fotográfica, fotoposteres,

    Copiadora

    Cópias Preto e Branco, coloridas, vários tamanhos, redução, ampliação

    Digitalização

    Documentos, folhas, livros, jornais, catálogos, grande formatos, plantas, projetos, desenhos.

    Acabamento

    Encadernação espiral, wire-o, capa dura, fichários, corte, refile, plastificação, laminação, furação, dobra, serrilha, autoenvelopamento

    Comunicação Visual

    Banner, faixas, cartazes, adesivos

    Conveniência Digital

    Autoração, duplicação, cópia de CDs, DVDs e pen drives

    Lan House

    Equipamentos para acesso a Internet e criação e impressão de documentos

  • Onde se localiza a NG?

    Desde a sua fundação, a nG! está localizada no mesmo bairro, o Itaim Bibi na região centro-sul da Cidade de São Paulo. O endreço completo é Rua Iaiá, 54, Itaim Bibi, São Paulo, SP, CEP 04542-060, Brasil. Clique aqui e veja o mapa de localização.

  • Quais são os canais de contato com a NG?

    Telefone PABX: 55 11 3079-9582

    Site: www.ngvirtual.com.br

    E-mail comercial: comercial@ngvirtual.com.br

    E-mail produção: atendimento@ngvirtual.com.br

    E-mail financeiro: financeiro@ngvirtual.com.br

    E-mail principal: ngvirtual@ngvirtual.com.br

  • Qual a quantidade mínima de impressão digital que posso solicitar?

    Uma das vantagens da gráfica digital é que não há quantidade mínima para pedido. Você pode solicitar qualquer quantidade, desde uma unidade até um milhão de cópias que podemos produzir com a mesma qualidade e rapidez insuperáveis.

  • Posso imprimir PB e Colorido?

    Sim, você pode escolher entre imprimir seus documentos em Preto e Branco, Colorido ou até de forma mista, ou seja, parte Preto e Branco, Parte Colorido. Independente das cores, o sistema de impressão é sempre laser digital, o que garante qualidade e perfeição na produção de seus trabalhos, graças a equipamentos de última geração de nossa empresa

  • Como posso enviar arquivos para a NG?

    Site: www.ngvirtual.com.br/index.php/orcamento-expresso

    e-mail: ngvirtual@ngvirtual.com.br

    ftp: ftpcliente.ngvirtual.com.br (solicite senha de acesso)

    Diretamente no balcão de atendimento em nossa empresa

  • Em que formato devo mandar meus arquivos?

    A nG! produz a partir de uma enorme quantidade de arquivos, mas para cada tipo de trabalho, existe uma extensão de arquivo mais adequada. Veja a seguir os trabalhos por tipo de arquivo:

    PDF (arquivo fechado; não permite edição)

    Documentos de texto, plantas, apostilas, livros, contratos, informativos, cartões de visita

    JPG (arquivo fechado; não permite edição)

    Imagens, fotos, cartões de ocasiões, flyers, folhetos, folders, etc.

    DRW – Corel Draw (arquivo aberto; permite algumas edições)

    Cartões de visitas e artes que precisarão ser alteradas

  • O que é Margem de Segurança de uma arte?

    É uma medida que deve ser considerado para dentro do limite de corte. O departamento técnico da nG pode informar este valor, que vai variar de acordo com o sistema de corte/refile ou aplicação da faca especial. Normalmente este valor fica entre 2 e 5mm. Este recurso visa retirar da área de variação e deslocamento da faca de corte, os objetos importantes da criação. Nenhum texto, logotipo, números de telefones, e-mails, etc., deve invadir esta área.

  • O que é Sangria em uma arte?

    A sangria é uma extrapolação da área impressa. Em outras palavras, é a continuação da área de impressão, além do limite que será definido para o corte. Esta área, serve para prevenir os filetes brancos que apareceriam caso não fosse aplicada no desenvolvimento da arte. A sangria deve ser exatamente a continuação do conteúdo da arte, ou seja, prolongamentos de fotos, fundos, etc. O valor da sangria é o mesmo valor da margem de segurança.

  • O que é Faca Especial?

    Faca especial é uma ferramenta de corte desenvolvida especialmente para uma determinada arte, que possibilita fazer cortes, vincos e dobras especiais, de inúmeras formas, tamanhos e modelos. A faca especial é utilizada como um tipo especial de acabamento, depois que o serviço é impresso.

  • O que significa “converter em curvas”?

    Converter em curvas é transformar um determinado objeto, como um texto, em um desenho vetorial. Na prática, este procedimento é extemamente útil quando criamos artes com textos, pois nem todos os computadores possuem as mesmas fontes. Assim, quando convertemos um texto em curvas, garantimos que o texto será impresso exatamente como o criamos, mesmo que o computador que irá produzir a impressão não possua as fontes que utilizamos.

  • Quais são as formas de pagamento?

    Pagamentos a vista: dinheiro, cheque e cartões de crédito Cartões de Débito e depósitos bancários
    Pagamentos faturados (somente empresas cadastradas): boleto bancário e cheques

  • Quais as vantagens de ser um cliente empresarial cadastrado?

    Existem muitas vantagens em tornar sua empresa cadastrada na NG:

    • Tabela especial de preços, com descontos progressivos
    • Faturamento mensal de suas despesas, com até 40 dias para pagar
    • Atendimento personalizado
    • Canais exclusivos de atendimento e envio de serviços
    • Retirada e entrega de serviços
    • Programação de horários para produção fora do expediente normal
    • Posição atualizada de todos os pedidos feitos no mês
  • Quais os horários de atendimento?

    Atendimento normal: De segunda a sexta-feira, das 9 às 19h. Sábados, das 10 às 14h.

    Atendimento programado: se você ou sua empresa tem projetos específicos com prazos incomuns, podemos atender no esquema 24×7, 360 dias por ano.

  • O que é Gráfica Digital e Impressão Digital?

    Em produção gráfica, a impressão digital é um método de impressão no qual a imagem é gerada partir da entrada de dados digitais direto do computador para a impressora. As gráficas digitais, ou gráficas rápidas ou gráficas expressas, utilizam impressoras de alta produtivdade e resolução, o que permite produzir com rapidez e facilidade todo tipo de serviços de impressão, diretamente a partir de arquivos criados pelo próprio cliente, sem necessidade de fazer filmes ou chapas de impressão.

    A NG é uma empresa Gráfica que utiliza o sistema Digital de produção, ou seja, a impressão de documentos, artes, imagens e projetos é feita diretamente a partir do computador em máquinas impressoras ligadas em rede, sem a necessidade de criação de matrizes ou outras ferramentas para a produção de impressos.

    Uma das grandes vantagens da Impressão Digital é a possibilidade de produzir pequenas ou grandes quantidades de praticamente qualquer documento, em um prazo muito curto.

  • O Que é Gráfica Off Set?

    É um sistema de impressão complexo e indireto, conforme a palavra original inglesa, baseado na repulsão tinta-água sendo ele um processo flexográfico.
    Estes processos de impressão exigem a confecção de fotolitos e as subseqüentes chapas de impressão (direto para o filme). Atualmente, existe também o offset digital, que dispensa o uso dos fotolitos, também chamado de processo direto para a chapa (direct to plate ou computer to plate).

    O sistema offset permite o uso de várias cores, retículas uniformes ou variáveis, de modo que as cópias obtidas podem ser de alta qualidade.

    As máquinas offset podem ser planas ou rotativas, sendo que as rotativas servem para grandes tiragens (geralmente acima de 20.000 cópias) e as planas para menores tiragens.

    As impressoras podem variar o número de tintas que imprimem simultaneamente: existem impressoras offset que imprimem apenas uma cor e aquelas que imprimem até dez cores automaticamente (ciano, magenta, amarelo, preto e mais seis cores especiais).

  • Quando usar Gráfica Digital e Gráfica Off Set?

    Existem principalmente dois fatores que determinam a escolha de um sistema ou outro de impressão: a quantidade e o acabamento. A escolha pelo sistema Off Set só dever ser feita quando a quantidade de cópias de um mesmo original for muito grande (dependendo do tamanho, acima de 5 mil cópias). Para todos os demais trabalhos, geralmente a Gráfica Digital é mais indicada pois permite maior flexibilidade na produção e a possibilidade de produção em prazos mais curtos

  • Qual a diferença entre impressão e cópia?

    Chamamos de impressão, todo documento que é produzido a partir de um arquivo disponível em meio eletrônico no computador, memória portátil ou internet. Podemos fazer várias impressões de um mesmo arquivo.

    Chamamos genericamente de cópias, a produção feita a partir de documentos já impressos (originais) que são colocados diretamente no sistema de leitura ótica das máquinas copiadoras. Este processo também é popularmente conhecido como xerox.

  • Quais os tipos de papel que podem ser utilizados?

    A nG! trabalha com uma grande variedade de papeis não metalizados na produção. Os mais utilizados são sulfite, couché, reciclado, glossy e colorplus, em gramaturas que variam de 75 a 300g/m²

  • Quais são os tamanhos de papel que podem ser impressos?

    Através das impressoras digitais, imprimimos qualquer tamanho até 32cm x 45cm. Para formatos maiores que estes – os chamados “grandes formatos” – utilizamos nosso departamento de plotagem que imprime até 90 cm de largura e até 500 cm de comprimento.

  • Qual a diferença entre Lâmina, Folha e Página?

    Em Gráfica Digital ou Impressão Digital, usamos três formas para designar o papel:

    Chamamos de lâmina, todo segmento de papel plano, independente de tamanho, gramatura, tipo, cor, etc. As lâminas são sempre individuais, únicas.

    Folha é a unidade de papel, que pode ou não estar unida a outras folhas por continuidade, dobra ou encadernação. Uma folha possui sempre duas páginas: uma na frente (anverso) e outra no verso

    A cada face de uma folha, chamamos de página.

    Exemplo: imagine uma revista que, fechada na banca de jornal, tenha o tamanho de um A4 (210x297mm), com dobra e grampos, que tenha 32 páginas, sendo que a capa é a página 1 e a capa de trás é a página 32.

    Abra a revista nas páginas centrais, retire os grampos e desmonte a revista.

    Você verá que a revista é composta por 8 lâminas. Cada lâmina é dobrada ao meio, formando 2 folhas da revista e portanto, 4 páginas. Desta forma podemos afirmar que neste caso:

    1 revista = 8 lâminas = 16 folhas = 32 páginas.

  • O que é a gramatura do papel?

    A gramatura de um papel, é o peso que ele possui em uma lâmina de 1m².

    O papel é produzido industrialmente em grandes formatos, seja em bobinas ou em lâminas.

    Existem vários tipos de papel (sulfite, cartão, couché, adesivos, papelão, jornal, off set, metalizados, texturizados, etc.), oferecendo muitas opções de criação de acordo com as necessidades.

    Além da apresentação, os papéis se diferenciam pela gramatura, ou seja, o peso. Quanto mais espessos (grossos) os papéis, maior a gramatura. A unidade usada para diferenciar a espessura dos papéis é o peso em gramas por metro quadrado, ou simplesmente g/m².

    Quando dizemos que estamos utilizando um papel 75g/m², significa que se pegarmos uma folha deste papel, medindo 1m x 1m (ou seja, área de 1m²), ela pesará 75g. Se usarmos um outro papel 230g/m², significa que o para este mesmo tamanho, este papel pesará 230g.

    Resumindo: quanto mais pesado, mais espesso (grosso) o papel.

  • Quais são os tamanhos de papel disponíveis?

    Como já foi dito, o papel é produzido na indústria na forma de bobinas ou lâminas de grandes formatos. O formato padrão do papel gráfico é 66cm x 96cm. As gráficas digitais, normalmente compram os diversos tipos de papel neste formato e o cortam de acordo com suas necessidades.

    Veja abaixo a tabela com os tamanhos de papel:

     TAMANHO  LARG(mm)  ALT(mm)  Área(m²)  Usos mais comuns na nG!
     A0  841  1189  1,0  Plantas e projetos. Disponíveis em Sulfite 75, 90 e Glossy Paper 150
     A1  594  841  0,5
    Plantas e projetos. Disponíveis em Sulfite 75, 90 e Glossy Paper 150
     A2  420  594  0,25  Plantas e projetos. Disponíveis em Sulfite 75, 90 e Glossy Paper 150
     A3  297  420  0,125  Produção Colorida ou PB que não necessite de refile, como informativos, jornais, revistas, etc. Disponível em todos os tipos de papéis
     A4  210  297  0,0624  Tamanho padrão para documentos e cópias PB e Colorido. Disponível em todos os tipos de papéis.
     A5  148,5  210  0,0312  Utilizado para comunicados e material promocional
     A6  105  148,5  0,0156  Utilizado principalmente em flyers (“10×15”)
     Carta/Letter  215,9  279,4  0,0603  Tamanho padrão americano, geralmente utilizado por empresas multinacionais para cópia e impressão de documentos
     Ofício/Legal  215,9  355,6  0,0767  Utilizado principalmente por escritórios de advocacia para cópia de processos e impressão de documentos judiciais
  • Quais são os tipos de encadernação de documentos disponíveis na nG!?
    Encadernação Espiral

    Utilizada geralmente em apostilas e catálogos, é a forma mais simples de encadernação. Consiste em unir as capas (geralmente acetato na frente e pvc preto atrás) e as folhas do miolo, passando-se manualmente um espiral de plástico (“mola”) nos furos que são feitos com máquina manual ou automática em uma das laterais do documento. Usualmente utilizamos a máquina automática de furação.

    Encadernação Wire-O

    É um processo muito parecido com o espiral, porém ao invés de espiral plástico, utiliza arames (Wire-O) que se prendem a furos quadrados feitos por máquinas e ferramentas específicas. O fechamento é feito através de prensa específica. Os furos podem ser feitos pela máquina furadeira com a ferramenta para wire-o ou pela máquina manual. O fechamento só é feito pela máquina manual.

    Encadernação Capa Dura

    A encadernação Capa Dura é o tipo de encadernação mais utilizado em trabalhos acadêmicos e em livros fiscais. Neste processo, um papel especial muito resistente (Percalux) envolve e encapa lâminas de papelão num processo chamado empastamento. Depois de encadernados, os trabalhos geralmente são identificados com letras douradas ou prateadas, através do processo de Hot Stamping.

    Encadernação Personalizada

    A encadernação Personalizada é o envelopamento em capa dura, utilizando imagens e artes impressas em papéis de grande formato através de plotagem digital, com acabamento de laminação fosca ou brilho. Este tipo de encadernação é muito utilizado em trabalhos acadêmicos e livros para ocasiões especiais.

  • Quais acabamentos posso solicitar para meus serviços?
    Plastificação

    Através de um processo térmico de aplicação de calor, o documento é envolvido por uma película plástica grossa e transparente chamada Polaseal. Este acabamento é utilizado em vários tamanhos na plastificação de documentos pessoais, avisos e cardápios de lanchonete. Utilizamos a máquina Plastificadora/Laminadora para fazer este acabamento.

    Laminação

    A laminação também é um processo térmico, de aplicação de um filme muito fino chamado BOPP, que pode ser fosco ou brilhante, sobre papéis geralmente de maior gramatura. O resultado é uma textura diferenciada no produto, fornecendo-lhe qualidade e durabilidade. É usado geralmente em cartões de visitas e cardápios mais elaborados. Utilizamos a máquina Plastificadora/Laminadora para fazer este acabamento.

    Refile, Corte E Vinco

    Refile e corte são basicamente a mesma coisa, feitos através de guilhotinas, facões ou refiladoras, mas o termo refile geralmente se aplica para a retirada do partes impressas que não fazem parte do impresso final, como áreas sangradas de uma arte. Podemos fazer os cortes através da guilhotina semi-industrial, pelo facão manual ou pela refiladeira.
    Vinco é o processo utilizado para dobrar o papel de forma uniforme, sem provocar rachaduras danos ao impresso. Internamente, usamos o boleador para fazer vincos ou fazemos o serviço manualmente.

    Facas

    Além dos cortes retos, feitos com equipamentos dotados de facas, é possível cortar os impressos de formas variadas: circulares, arredondadas nas pontas, ovaladas, ou até na forma da própria arte, seja uma estrela, seja um logotipo. Nestes casos de formas especiais de corte, existem dois sistemas: o mais tradicional é a confecção de uma faca especial na forma da arte, que quando aplicada sobre o impresso, transforma-o de acordo com o desejado. Outro método é o corte a laser, que é feito automaticamente por um equipamento especial. Os dois sistemas podem ser aplicados em produção digital ou off set, mas são feitos por prestadores de serviços terceirizados.

    Verniz

    A aplicação de verniz é utilizada para realçar partes de um impresso(Verniz Local) ou toda a sua área (Verniz Total). Pode ser aplicado somente na frente do material ou também no verso.
    Este tipo de acabamento só é possível em materiais produzidos em Off Set, através de parceiros terceirizados.

    Autoenvelopamento

    Como o próprio nome já diz, o acabamento de AUTOENVELOPAMENTO transforma o impresso em um envelope dobrado, colado e serrilhado. É muito utilizado em malas diretas, boletos bancários e holerites de pagamentos. Utilizamos a autoenvelopadora para realizar este trabalho.

    Furação

    Quando os impressos precisam ser acondicionados/encadernados em fichários ou pastas, é necessário se fazer a furação (geralmente 2 ou 4 furos) para que os mesmos sejam presos pelas ferragens. A furação pode ser feita pelos perfuradores manuais ou pela máquina furadora utilizada nas encadernações.

    Grampo

    O acabamento de grampo pode ser de dois tipos: o simples, que consiste na aplicação de um ou mais grampos em grupos de documentos, através de grampeadores manuais, ou o “grampo cavalo”, que á a inserção de arames na forma de grampos, através de máquinas automáticas. Este último tipo é o mais utilizado no acabamento de revistas e é feito através de parceiros da nG.

    Dobra

    Em vários impressos, são feitas uma ou mais dobras, transformando lâminas em páginas (uma lâmina dobrada ao meio, resulta em 4 páginas). Este serviço pode ser feito manualmente ou através de equipamentos de dobra (as dobradeiras).

  • O que são Plotagem e Plotter?

    Em Gráfica Digital, utilizamos o termo plotagem para a impressão de desenhos e imagens em grandes formatos. O equipamento usado no processo é chamado de plotter e possui uma alta precisão. Na nG! utilizamos equipamentos de última geração, com alta definição, abastecidos somente com insumos originais, garantindo a fidelidade e durabilidade das cores.
    O processo de plotagem é amplamente usado nas áreas de arquitetura, engenharia civil, engenharia mecânica, design, design de interiores e publicidade e propaganda.

  • O que significa DPI?

    DPI indica a qualidade de impressão dos equipamentos. O número de DPI (dots per inch ou pontos por polegada) indica quantos pontos a impressora é capaz de colocar em um espaço de 1 polegada quadrada. Quanto mais pontos, maior a resolução e portanto, melhor a qualidade da impressão da imagem ou texto.

  • Glossário de Equipamentos:
    Impressora

    Periférico que, quando conectado a um computador ou a uma rede de computadores, tem a função de dispositivo de saída, imprimindo textos, gráficos ou qualquer outro resultado de uma aplicação.

    ADF

    Sigla em inglês para Automatic Document Feeder, ou Alimentador Automático de documentos. Dispositivo disponível nas copiadoras de grande porte para inserção automática de originais no processo de cópia. Geralmente o ADF encontra-se na tampa sobre o vidro da máquina copiadora.

    Finisher e/ou Sorter

    Acessório acoplado às máquinas copiadoras cuja função é organizar as diferentes cópias de documentos, além de oferecer algumas formas de acabamento, tais como: intercalação, grampo, furos e dobras.

    Duplex

    Termo utilizado para designar que a impressora possui dispositivos para imprimir automaticamente a frente e o verso das folhas.

    Scanner

    Aparelho individual ou acoplado às máquinas impressoras/copiadoras, que permite gerar arquivos digitais de imagens e textos (pdf, jpg, gif) de documentos, fotos e outros impressos capturados por suas lentes.

    Plotter

    É uma impressora destinada a imprimir desenhos e imagens em grandes dimensões, com elevada qualidade e rigor, como por exemplo plantas arquitetônicas, mapas cartográficos, projetos de engenharia e grafismo.

    Impressão a Laser

    Designa que o sistema de impressão será feito através de processo digital, ou seja, a imagem do que se pretende produzir será gerada a partir do computador. Quando estas imagens são transferidas para as impressoras, um raio laser “montará” esta imagem no cilindro destes equipamentos, que em seguida, através de processos magnéticos, atrairá para a imagem montada o toner de impressão, que em seguida será transferido para o papel através de pressão e calor.

  • O que é digitalização?

    Digitalizar significa transformar em uma imagem ou arquivo digital (usados em computadores) as informações que se encontram disponíveis em diversos tipos de mídia, como papéis, jornais, livros, cartazes, fotos, etc.

  • O que pode ser digitalizado?

    Em princípio, todos os documentos e imagens podem ser digitalizados. Os mais comumente usados por empresas e pessoas são: documentos, processos, contratos, fotos, formulários, cadastros, comprovantes fiscais, documentos contábeis e trabalhistas.

  • Vantagens da digitalização

    São muitas as vantagens da digitalização.

    1. Facilidade de pesquisa e localização de documentos
    2. Acesso simultâneo de vários usuários ao mesmo documento ou a vários documentos
    3. Liberação de (muito!) espaço físico
    4. Racionalização e diminuição de custos fixos
    5. Padronização da organização de documentos
    6. Proteção e perpetuação da informação
    7. Segurança de dados
    8. Universalização da informação
    9. Controle de acesso
  • Quais os tipos de digitalização?

    Existem basicamente dois tipos de digitalização:

    • Simples: neste tipo de digitalização, é feita tão somente a transformação dos documentos originais, em imagens que são disponibilizadas para serem vistas no computador. Neste sistema, os métodos de pesquisa para consultas futuras se limitam exclusivamente ao nome que se dará aos arquivos gerados neste tipo de processo.
    • Indexada: a Digitalização Indexada é a mais indicada para empresas que querem agilizar o processo de consulta a um grande número de documentos. Através da indexação é possível fazer consultas específicas, filtrando documentos por campos (índices) previamente escolhidos.
  • O que é indexação?

    Indexar significa criar índices de consulta. Neste processo, programas de computador desenvolvidos especialmente para este fim, “leem” os documentos digitalizados, a procura de informações específicas que servirão como chaves de procura em pesquisas futuras. Por exemplo: imagine que você digitalizou milhares de fichas cadastrais de clientes e que em determinado momento queira selecionar e visualizar apenas aquelas fichas de pessoas que moram em determinada cidade. Para isso, você deverá determinar que pelo menos um campo de indexação, corresponda ao campo “cidade” que consta no documento original.
    Você pode aplicar a indexação para qualquer tipo de documento, como contratos, matrículas, processos, fichas de funcionários, notas fiscais, documentos legais, etc.

  • Como funciona o processo de digitalização?

    O processo de digitalização é muito simples, mas deve ser realizado sob um sistema seguro de procedimentos e rígido controle de qualidade. Veja o que acontece com os documentos que você e sua empresa nos enviam.

    1. Preparo: todos os documentos são organizados, desdobrados e são removidos todos os grampos e demais elementos que não pertençam ao documento em si.
    2. Scanner: os documentos são enviados para equipamentos profissionais de scanner de alta produtividade
    3. Indexação: se solicitada pelo cliente, os documentos podem ser indexados para facilitar pesquisas futuras (altamente recomendado)
    4. Controle de Qualidade: depois de gerados os arquivos digitais, são conferidas as quantidades de originais e imagens (páginas) digitais, para certificar a exatidão e qualidade da digitalização.
    5. Finalização: todo processo de digitalização encerra-se na criação do arquivo correspondente aos documentos, que é gravado e mídia (CD, DVD, Pen Drive, etc) ou enviado para os servidores/computadores do cliente.

    É possível editar documentos digitalizados? O que é OCR?

    Para que os documentos possam ser editáveis (alterados, copiados, revisados, etc), é necessário que após a sua digitalização os mesmos sejam processados por programas de OCR (optical character recognition ou reconhecimento ótico de caracteres). Estes programas fazem a leitura dos documentos já digitalizados e os transformam em documentos de texto ou planilhas, trabalháveis por editores de texto (MS Word®, bloco de notas, TXT) e até planilhas eletrônicas. Este serviço diminui sensivelmente o tempo necessário para criação e atualização de documentos

  • Como é calculado o custo da digitalização?

    Do mesmo jeito que só podemos saber o preço de uma casa depois de escolher o tamanho e tipo de acabamento que utilizaremos, nos projetos de digitalização precisamos estabelecer os parâmetros do serviço para saber seu custo final. Veja a seguir quais são esses parâmetros e como afetam o custo do projeto:

    Quantidade

    Quanto maior o número de imagens geradas, menor o custo unitário.

    Faces

    10 folhas digitalizadas somente na frente(simplex), geram 10 imagens
    10 folhas digitalizadas frente e verso(duplex), geram 20 imagens

    Condições

    Folhas grampeadas, amassadas ou rasgadas demandam mais tempo de preparo. Folhas soltas diminuem o custo do projeto.

    PB ou Color

    Documentos em preto e branco são processados mais rapidamente que os coloridos. Como tempo é fator determinante no cálculo do custo, digitalizações em PB são mais baratas

    Resolução

    A resolução de uma imagem é definida em DPI (dots per inch ou pontos por polegada quadrada) ou seja, o número de pontos existentes no arquivo que definem a imagem. Quanto maior o número de DPI (ou pontos) maior a definição da imagem e maior o tempo de processamento. Documentos geralmente são digitalizados a 200 DPI em preto e branco. Quanto maior a resolução, maior o custo

    Tamanho

    Originais cujo tamanho original varie de uma cartão de visitas (5cm x 9cm) a um tamanho ofício legal (21,59cm x 35,56cm) não tem diferença de preços entre si. A partir deste último tamanho, o valor da digitalização aumenta de acordo com tabela específica. É possível digitalizar em equipamentos automáticos (scanners) até plantas no tamanho A0 estendido (84,10 cm x 120 cm ou mais).

  • Indexação

    O custo de indexação varia de acordo com o número de campos a serem indexados (quanto mais campos indexados, maior o custo). Digitalizações sem indexação não acrescentam qualquer custo, apesar de serem menos eficientes nas consultas.

  • OCR

    Se solicitado pelo cliente, o custo de OCR varia de acordo com o número de imagens a serem “lidas” pelos programas e o modo como os mesmos serão disponibilizados ao cliente (sem revisão ortográfica, sem revisão, com digitação, etc). Digitalizações em OCR não acrescentam custo ao projeto e só são necessárias em casos específicos.

  • Mídia de Saída

    Os arquivos gerados poderão ser enviados remotamente para seus servidores/computadores e/ou gravados em mídias (CD, DVD, Blue Ray, Pen Drive, etc). Para cada tipo de saída há um custo específico. Dependendo do tamanho dos arquivos gerados, envios remotos são mais baratos.

  • Frete

    Para pequenos projetos, poderá haver custo de retirada e entrega dos documentos, caso seja solicitado pelo cliente.

  • Curiosidades a respeito de documentos e informações
    • A quantidade de informações geradas pela humanidade nos últimos 50 anos, é igual àquela criada nos 5 mil anos anteriores. Atualmente, a quantidade de informações duplica a cada 10 horas.
    • 95% das informações dos Estados Unidos estavam em papel em 1990. Em 2010, cerca de 92% das informações ainda estavam em papel.
    • Faz-se, em média, 19 cópias de cada documento.
    • Você precisa de 4 arquivos com 4 gavetas cada um (portanto, 16 gavetas de arquivo), para armazenar 10.000 folhas de papel. Você precisa de apenas um DVD para armazenar digitalmente esse mesmos documentos.

NG - Todos os direitos reservados

Desenvolvimento:    PlanoBWeb